Privacidade: China bloqueia mecanismo de busca DuckDuckGo

Essa semana foi a vez do DuckDuckGo, “mecanismo de busca que não rastreia você“, entrar para a lista de serviços bloqueados na China.

O problema já vinha sendo percebido durante o final de semana até que no domingo o CEO do DuckDuckGo, Gabriel Weinberg, confirmou o fato pelo Twitter:

Além do DuckDuckGo, o Google já havia sofrido um bloqueio na China, onde as empresas nacionais Baidu, Qihoo 360 e Sogou dominam mais de 95% do mercado de buscadores online. Ainda, como noticiamos aqui em junho, o acesso ao Dropbox é proibido aos internautas chineses desde 2010.

O diferencial dessa vez é que o DuckDuckGo se propõe abertamente a respeitar a privacidade de quem usa seus serviços: o site não rastreia quem o acessa. Assim as preocupações vão além das liberdades de expressão e de informação, alcançando também a privacidade e a proteção de dados pessoais.

O monitoramento pelo site GreatFire mostra bloqueios ao serviço de busca do pato desde o início do mês de setembro.

Segundo o monitoramento do GreatFire.org, o site https://duckduckgo.com está 89% bloqueado na China
Segundo o monitoramento do GreatFire.org, o site https://duckduckgo.com está 89% bloqueado na China

Fontes:

Uma ideia sobre “Privacidade: China bloqueia mecanismo de busca DuckDuckGo”

Deixe uma resposta