Retrospectiva da semana – 13/09 a 20/09

O que saiu por aqui:

EUA: FBI conclui sistema de identificação biométrica

O Escritório Federal de Investigação (Federal Bureau of Investigation, mundialmente famoso por sua sigla, FBI) dos Estados Unidos anunciou hoje a conclusão de um novo sistema de identificação biométrica, chamado Sistema de Identificação da Próxima Geração (Next Generation Identification, ou NGI), que passa a ser plenamente funcional após três anos de desenvolvimento. Uma das principais novidades é um controverso sistema de reconhecimento facial, o Sistema Interestadual de Fotos (Interstate Photo System, ou IPS).

EUA: Facebook deleta perfis de drag queens

Drag queens têm perfis de Facebook apagados sob alegação de violação da “política de nomes reais” da rede social. Ativistas sustentam que a política é autoritária e constrange pessoas que, por inúmeras razões não querem ou não podem usar publicamente seus nomes de registro. A posição do Facebook tem sido a de afirmar sua política de nomes reais e sugerir às pessoas que queiram usar nomes diferentes daqueles registrados oficialmente que acrescentem um apelido ao lado de seus nomes reais ou criem páginas para suas personas.

França: política de dados para modernização do Estado

Na quarta-feira (17), o Governo da França publicou o Decreto 2014-1050, que cria a figura do Administrador Geral de Dados (AGD; em francês, administrateur général des données), ligado à Secretaria Geral de Modernização da Ação Pública (SGMAP; secrétariat général pour la modernisation de l’action publique), sob autoridade do Primeiro Ministro.

Wikitona Eleições no Brasil: oficina de edição e uso responsável da Wikipédia

Em Brasília, na próxima sexta-feira (26), nós do Instituto Beta para Internet e Democracia – IBIDEM realizaremos a Wikitona Eleições 2014: uma maratona de edição e criação de verbetes na Wikipédia, relacionados às Eleições gerais no Brasil em 2014. O evento conta com apoio da Wikimedia Foundation, por meio do Programa Catalisador do Brasil‎; e do Laboratório Hacker da Câmara dos Deputados. Para o pleno desenvolvimento das atividades previstas, é crucial que cada participante crie sua conta de usuário na Wikipédia até segunda-feira, dia 22. Além disso, as vagas são limitadas.

O que ler por aí:

A campanha Banda Larga é Um Direito Seu continua no dia 22 de setembro a rodada de entrevistas com os candidatos a Presidência para conhecer – e cobrar – posicionamentos sobre políticas de acesso à Internet no país. Depois da presidenta Dilma Rousseff será a vez da candidata Marina Silva. A campanha reúne uma centena de entidades como Proteste, Idec, Artigo 19, FNDC, Intervozes, OAB-SP e UNE.

Segundo dados divulgados nesta quinta-feira (18) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a proporção de internautas no país passou de 49,2%, em 2012, para 50,1%, em 2013, do total da população. As informações fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) referente a 2013. Nessa ano, as regiões Sudeste (57,7%), Sul (54,8%) e Centro-Oeste (54,3%) tiveram proporções de internautas superiores à média nacional. O Norte, com 38,6% do total da população, e o Nordeste, com 37,8%, ficaram abaixo. O maior crescimento registrado foi na região nordeste (aumento de 4,9% em relação ao ano anterior). O menor, no entanto, foi na região norte (0,4%).

Nesta sexta-feira (19), o deputado do UMP Jean-Sébastien Vialatte foi condenado pelo tribunal correcional de Paris ao pagamento de 6000 euros em razão de um tweet considerado pela corte “provocação ao ódio racial”. No tweet, Vialatte atribui os atos de violência ocorridos durante as celebrações do título de campeão francês de futebol conquistado pelo Paris Saint-Germain à “descendentes de escravos”. No entendimento do tribunal, a manifestação do deputado foi dirigida ao “conjunto da comunidade negra” e não poderia ser considerada legítima para o “debate livre de opiniões e ideias”.

 

 

Deixe uma resposta